sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Calma

Antes do clássico, falta o jogo mais importante... o próximo. É obrigatório ganhar em Olhão.

O Olhanense apesar das más performances e dos muitos golos sofridos, contra o Benfica será diferente.

Nos últimos anos, era com estas equipas de fundo da tabela que perdíamos sempre pontos, este ano seremos diferentes também neste capitulo? Acredito que sim mas espero que os jogadores relembrem o último ano contra o Trofense, onde tudo começou a falhar.

Um comentário:

Jotas disse...

Retenho aqui algumas palavras de hoje de manhã, em conversa de café, com um vizinho adepto confesso do Sporting. "Depois do que vi em Olhão, embora me custe admiti-lo, porque como sabes detesto o Benfica, a verdade é que no futebol português começa a valer de tudo para tingir os fins, não se admiti, nem se pode pactuar com a violência imposta em campo pelo Olhanense, nem com o constante clima de provocação, seja contra clube for, isso só envergonha o nosso futebol e sinceramente, acho que não há equipa que seja capaz de resistir a tamanha quantidade de provocações, embora o Benfica tenha muitas culpas no cartório, quem manda no futebol tem de uma vez por todas colocar um ponto final nisto, sob pena do nosso futebol se afundar de vez na arruaça e na vergonha. Já o meu Sporting, é o que se vê, por mais amigos que sejam os adversários não tem futebol para ganhar seja a quem for".
Para se ter uma ideia do clima de intimidação que o Benfica já esperava, mas contra o qual não se conseguiu conter, Jorge Jesus não deixou os seus jogadores seguirem de imediato para o balneário, não fossem acontecer cenas tipo Braga e com mais expulsões que não se percebessem e só depois de toda a gente entrar no túnel é que os comandados de Jesus se encaminharam para o balneário, julgo que esta acção diz tudo, sobre aquilo que se vai passando obscuramente no nosso futebol e do que Jesus já esperava.
Julgo que isto diz tudo sobre aquilo que impumente se vai passando no futebol português, triste!