segunda-feira, 3 de maio de 2010

Carrega Benfica!

Como previ durante a semana o excesso de confiança dos adeptos e o orgulho ferido do adversário tornou o jogo muito complicado de ganhar.

Não me admirou o resultado, neguei logo à partida um encontro ajantarado para ver o jogo, sentia que ainda não era desta.

Não se atormentem, mesmo sem alguns titulares, o Benfica tem tudo para ser campeão na próxima semana, mesmo sem alguns titulares que bem mereciam participar neste último jogo, enfim não os teremos, estarão outros como sempre para ajudar.

Além de jogarmos em casa com lotação esgotada, o Braga terá uma deslocação ao Nacional onde esta época só o Benfica passou (salvo erro).

Mas nos jogos do Braga o “paranormal” continua a teimar em aparecer, não sei se já viram o golo dos bracarenses mas aquilo tresanda a mala de dinheiro, nunca vi um erro assim a beneficiar-nos mas nos jogos do Braga estranhamente é jogo sim, jogo sim.

Aposto num Rio Ave forte e sempre quero ver quem será o artista sorteado, o Jorge Sousa para acabar era sinal que tudo vão fazer para nos parar mas espero mais decência na escolha.

Agora sim, falta pouco eu acredito

(peço desculpa mas ontem não consegui fazer as crónica do jogo, as dores físicas eram insuportáveis, com as psicológicas posso eu bem)


Carrega Benfica

Um comentário:

Jotas disse...

Em 1º lugar, quero felicitar o Porto pelo 3º lugar garantido ontem à noite e que tão efusivamente foi festejado pelos seus adeptos com toda a legitimidade, um lugar no pódio justo, de uma equipa que pautou a sua época por uma teoria de vitimização constante, logo vinda daqueles que estiveram anos a fio ligados à mais negra página do futebol português.
Apesar da vitória do Porto ter de se aceitar, pois o Benfica tem muitas culpas próprias nesta derrota, porque empatando o jogo e em superioridade numérica deveria ter outra calma e gerir a partida de outra forma e nós benfiquistas devemos assumir os nossos erros, julgo que a arbitragem teve o seu papel, mas eu até nem iria falar de arbitragem, porque acho que o Benfica, no essencial, perdeu por culpa própria, mas, depois de ouvir o que Jesualdo Ferreira disse no final da partida, acusando o árbitro de dualidade de critérios, tive de escrever no meu blogue o seguinte: "só posso concluir uma de duas coisas, ou Jesualdo está senil e já não diz coisa com coisa, ou ao analisar o jogo, fê-lo na condição de benfiquista e não na de treinador do Porto.
De facto, só alguém que não está no seu perfeito juízo, pode acusar Olegário Benquerença de qualquer coisa em prejuízo do seu clube, quando foi precisamente o Benfica a ter razões de queixa e muitas, não só para este jogo em si, mas essencialmente tendo em vista a última jornada, os amarelos mostrados a Di Maria e Javi, foram absolutamente ridículos, Di Maria vê amarelo por ter sofrido uma falta e estar no chão com 2 jogadores do Porto a ameaça-lo e ele encolhido, não esboçando qualquer reacção, Javi Garcia vê amarelo por ter efectuado um corte limpo, transformado em livre temos ainda o caso do amarelo a Fábio, este até posso aceitar, mas estranho apenas, que os 3 primeiros amarelos mostrados aos jogadores do Benfica, tenham sido precisamente a jogadores em risco de exclusão e sem que nada o justificasse, imaginem o cenário de vitimização que seria criado se fosse ao contrário.
Ficou ainda um penalti claro por marcar contra o Porto, Hulk mete mão na bola, a qual está bem afastada do corpo a quando do livre de Di Maria, num entanto no lance sobre Maxi Pereira dou o benefício da dúvida e o erro mais grave, está no 2º golo do Porto, aliás, um duplo erro na mesma jogada, Farias o autor do golo, está em posição irregular e Belushi faz uma simulação grosseira de penalti, logo, seria falta contra o Porto e amarelo para Belushi, por isso, acho que ninguém no seu perfeito juízo consegue perceber a que se referia Jesualdo, uma palhaçada, vindo de um homem que naquele clube, enraizou bem a sua cultura.