domingo, 6 de fevereiro de 2011

15ª!



15ª Vitória seguida num jogo complicado, nem sempre é possível jogar bonito nessas alturas é fundamental vencer, uma vitória da luta sobre um adversário que tudo fez para alcançar outro resultado.

Este jogo pós Dragão era perigoso, muitas vezes após uma vitória saborosa há um natural relaxamento além da menor frescura física depois de um jogo desgastaste, felizmente marcámos a terminar a primeira parte (grande execução) por Gaitán o que simplificou o trabalho, esta equipa quando se vê na frente do marcador dificilmente perde pontos, o adversário também é obrigado a deixar mais espaços atrás e com os executantes que o glorioso tem dificilmente não marcamos, como veio a acontecer através de Jara (grande golo) um jogador que está a ganhar o seu espaço e em grande forma.

O Benfica hoje também sentiu a falta de Coentrão, sem a dinâmica do lateral perdemos alguma profundidade mas mesmo assim conseguimos a 15ª vitória seguida a nível nacional e continuamos fortes à espera de um tropeção do principal adversário.

Cosme Machado marcou 23 faltas ao Benfica e apenas 10 ao Setúbal mas com Jesus e este Benfica, nem com campos inclinados, hoje o artista estava preparado mas agora é mais difícil travarem-nos.

Roberto há muito que deixou de ser um incerteza, embora ainda seja alvo de troça por alguns aziados (cada vez menos) hoje voltou a dar-nos pontos, a defesa fundamental no incido da segunda parte dá confiança à equipa e safou-nos de um dissabor.

3 comentários:

Carlos Alberto disse...

Apesar da excelente exibição do Peixoto, um Coentrão é outra loiça...

último! disse...

Não gostei tanto assim do Peixoto mas eu sou dos que acredita nele.

Vladimir Kaspov (NãoSeiDaNave) disse...

Venha a 16ª