quinta-feira, 30 de julho de 2009

Os anos passam os erros repetem-se

Ok, estou farto disto encontrei mais um blog benfiquista (com benfiquistas assim...) a escrever que o Schaffer não defende!?

Boa pessoal, viram dois jogos do miúdo numa equipa nova num novo continente e já concluíram todos que o puto não sabe defender.

Provavelmente também foram um dos “90%” de adeptos que queriam o Maxi fora do Benfica no primeiro ano... ninguém aprende e continuamos com os tiros nos pés.

Pelo menos deixem o puto jogar mais uns jogos e em competição, é o mínimo depois então tirem conclusões (e relembro o Maxi demorou um ano a adaptar-se).

Somos nós adeptos responsáveis por dar apoio a quem chega e numa pré época afirmar que um jogador acabado de chegar e bastante novo não defende não é criticar é ser burro, desculpem-me a expressão mas estou farto!!!



Peço também desculpa pela generalização (é obvio que nem todos pensam assim) mas repetir estes erros todos os anos deixa-me furioso, porque é uma critica aproveitada pelos nossos inimigos para ganhar outra dimensão e ao primeiro erro lá começarão os assobios e perdemos mais um jogador que poderá ser bom ou não... só o tempo o dirá

8 comentários:

Anônimo disse...

ok e isso mesmo os astros os iluminados da bancada sempre querem ver os seus jogadores a sua maneira ...
o luisão também nem lhe davam um chavo ,o cardozo idem ...

MS disse...

Eu acho que o Schaffer nao se sabe posicionar a defender e fico preocupado com aquele lado da defesa. Basta ver os gestos e indicacoes de Jorge Jesus durante os jogos para ver que nao sou so eu a achar isso. que nao quer dizer que nao possa melhorar tacticamente e corrigir os erros.
Maxi nao foi um caso de adaptacao. Se tivesse continuado a fazer de extremo num clube como o Benfica (ou de trinco de vez em quando com Camacho), ja teria sido dispensado, pois nao tem creatividade suficiente para jogar numa posicao onde tinha que fazer a diferenca. Sempre que Maxi jogou a lateral nessa altura jogou bem e mostrou que poderia ser uma bela alternativa para aquele lugar.

último! disse...

MS, tudo bem mas tens de reconhecer que ainda é cedo para qualquer analise sobre o Schaffer ou não achas?

E o Maxi mesmo a lateral chegou a ser criticado, disso lembro-me bem porque já o conhecia da selecção Uruguaia e sabia que ainda não tinha mostrado tudo mas todos os jogos ouvia das boas mesmo ao meu lado.

Se o Jesus gesticula com o Scaffer é porque acredita no seu potencial viste que o Sepsi ele nao perdeu tempo e porque se critica tanto alguém que tem dinamizado e muito o lado direito com idas à linha de fundo e cruzamentos.

Ontem vi o miseravel jogo do Porto e o Miguel Lopes fez um jogo horrivel (deveria ter sido expulso) e hoje não vês nada escrito entendes?

Eu até posso vir a reconhecer que o gajo é mau mas nunca ao fim de dois jogos na pré época!!!!

Abraços

Éter disse...

Vou colocar aqui a resposta que lhe dei no meu blog:

De facto também quis o Maxi fora do Benfica, mas porque o Camacho começou por utilizá-lo a extremo direito. Era um jogador sofrível nessa posição e os ataques do Benfica pela direita eram uma nulidade. Quando o vi jogar a defesa direito mudei de opinião.

Quanto ao Shaffer: é jovem, ainda tem muito para evoluir e realmente precisa de se adaptar ao futebol português. Mas, para já, preferia que fosse alternativa a alguém mais experiente. Caso contrário arriscamo-nos a que a adaptação do rapaz custe alguns pontos ao Benfica.


Agora permita-me rebater esta sua afirmação:

"afirmar que um jogador acabado de chegar e bastante novo não defende não é criticar é ser burro"

Não. "Ser burro" é, por exemplo, dizer que esse mesmo jogador NUNCA irá saber defender, porque ninguém prevê o futuro. Com excepção da Maya, talvez...

Mas, meu caro, acima de tudo, "ser burro" é não respeitar as opiniões dos outros.

último! disse...

Éter,

Não me trates por você, não é necessário, acho eu ;)

Como podes verificar no meu texto a seguir à expressão "ser burro", peço desculpa pela mesma.

O objectivo não é nem nunca foi ofender ninguém, no fundo é mostrar a minha indignação pelo repetir do erro e sermos nós, adeptos os nossos piores inimigos.
Mesmo que seja só falta de forma do jogador por vezes alguns adeptos pressionam os novos jogadores ao não admitirem erros normais para quem chegou. O erro é trágico, quando não o deveria ser.

Sobre o Maxi, mesmo na direita onde jogou várias só ao fim de um ano de futebol europeu começou a mostrar o seu real valor.

Também deves concordar que dois jogos não podem fazer uma avaliação correcta, não achas?

Concordo contigo sobre o respeito pelas opiniões mas não era essa a ideia.

Anônimo disse...

Tou completamente de acordo contigo. Melhor que o exemplo do Maxi, é o do Luisão, que hoje em dia todos parecem adorar (eu sinceramente, ainda tenho as minhas duvidas. Certamente é o nosso defesa mais experiente, mas o David Luis com a sua idade serà bastante melhor).

A conclusão é realmente que devemos dar tempo aos jogadores para se adaptarem e integrarem. E em relação a isto, digo que o mesmo devia ser feito com o Balboa (mesmo que seja o unico a defende-lo).

Um abraço, e apoiem a equipa no estadio que eu não o posso fazer (estou a 2000 km) de Lisboa.

ACN

último! disse...

Assim faremos ACN.

Mas mesmo no estádio é sempre a mesma coisa, ainda no jogo de apresentação tinha um adepto atrás de mim que chamava de coxo e tosco ao Cardoso... enfim não entendo, é simplesmente o melhor avançado desde há muito tempo.

Anônimo disse...

Concordo com o post e com a opinião do Anónimo ACN.
Vejam o caso dos Sul Americanos no porto, em que normalmente só despontam no 2o ano. Os portistas podem não gostar, mas calam-se e não criticam os seus jogadores. Assim a sua integração faz-se mais depressa e sem pressões.
Bom fim de semana a todos os Benfiquistas.

ALM.